Dry Martini

Dry Martini

Dry Martini é um dos drinques mais clássicos do mundo.

 

Um coquetel que com certeza tem história, o Dry Martini ou apenas Martini é conhecido desde o século XIX e nunca sai de moda.

 

 As histórias do Dry Martini

 

O coquetel que conhecemos hoje por Dry Martini foi se compondo ao longo do tempo, a partir da receita de um drinque chamado Martinez, criado por Jerry Thomas por volta de 1800. Dry Martini teria sido criado pelo bartender a pedido de um cliente que pagou a invenção com uma pepita de ouro.

Outra lenda que ronda o Dry Martini é a de que ele teria sido criado na cidade de Martinez, Califórnia – daí o nome Martini.

Uma terceira história povoa a invenção do Dry Martini. Ela conta que em 1910, o empresário John D. Rockefeller estava em Nova Iorque e pediu ao barman de nome Martini que preparasse um coquetel simples e seco. Recebeu uma taça com gin, vermute e uma azeitona.

 

Um drinque, várias receitas

 

O Dry Martini tem receitas com quantidades diferentes de vermute e gin.

Muitos aplicam a medida do “meio a meio” para as duas bebidas ingredientes, e outros apostam que o verdadeiro Dry Martiniprecisa ter uma dose maior de vermute.  Há ainda os partidários de uma verdadeira “sombra” de vermute.

 

Dry Martini mexido ou batido?

 

Muita gente diz que tanto faz. Especialistas dizem que a melhor opção para o Dry Martini é mexe-lo, por causa da química – o sabor da bebida é melhor quando não há quebra das partículas de cada ingrediente. Porém, a versão batida do Dry Martini também é bastante popular.

 

Meu nome é Bond, James Bond.

 

Dry Martini

James Bond

 

O Dry Martini é o drinque que marcou a personagem do espião 007, interpretado por grandes nomes do cinema como Sean Connery e Roger Moore, Pierce Brosnan e Daniel Craig.

Em todos os filmes da saga de James Bond, o agente secreto aparece, cena ou outra, preparando ou degustando Dry Martini, ao lado de belas mulheres ou tendo a bebida como companheira.

Uma peculiaridade: James Bond sempre pede seu Dry Martini batido.

 

Frases históricas de quem prefere Dry Martini

 

Ernest Hamingway: “Se algum dia você vier a se perder na selva africana, nada de desespero. Sente-se sobre uma pedra e comece a preparar um Dry Martini. Garanto que em menos de cinco minutos vai aparecer alguém dizendo que a dosagem de gin e vermute está errada”.

 

H. L. Mencken: Dry Martini é a única invenção americana tão perfeita quanto um soneto.”

 

Jackie Gleason: Um homem deve defender sua casa, sua esposa, seus filhos e seu Dry Martini.

George Burns: Eu nunca vou correr, isso me faz derramar meu martini.” e “A felicidade é um Dry Martini seco e uma boa mulher ou uma mulher má.”

 

Seja qual for o seu modo preferido de prepara-lo, o Dry Martini merece uma boa degustação!

Faça o seu drink

 

Dry Martini Clássico:

  • 60 ml de London Dry Gin
  • 60 ml de Vermute Seco

Dry Dry Martini:

  • 110 ml de London Dry Gin
  • 10 ml de Vermute Seco

Vodka Martini:

  • 60 ml de Vodka
  • 60 ml de Vermute Seco

Preparo:

  • O Dry Martini deve ser servido numa taça de haste fina, préviamente gelada – uma boa dica é coloca-la no freezer por uns 20 minutos;
  • Evite uso de gelo;
  • Os ingredientes devem estar resfriados;
  • Misture as bebidas num mixing glass;
  • Espete azeitonas em um palito e coloque na taça com o Dry Martini antes de servir!

 

Onde comprar: www.bebidasfamosas.com.br