7 fatos sobre gin que ninguém nunca te contou

7 fatos sobre gin que ninguém nunca te contou

Considerado o irmão holandês da vodka, o gin foi produzido pela primeira vez em 1650 pelo médico Francisco de la Boie enquanto este desenvolvia pesquisas em busca de um medicamento diurético que fosse capaz de tratar problemas renais. Juntando uma erva abundante na região Toscana chamada zimbro à uma mistura destilada de milho, cevada e trigo, o também professor criou uma das bebidas mais consumidas na história da humanidade. Não sabia disso ainda? Confira a seguir nossa lista de 5 fatos sobre gin que ninguém nunca te contou.

Gin ou gim?  

Muitas pessoas ficam em dúvida na hora de escrever o nome da bebida, que embora o nome original seja escrito com N, o dicionário Aurélio de portugal traz a palavra com a letra M no final. Porém independente da última letra, a palavra em português é um substantivo masculino: ou seja, nada de “a” gin/gim.

Origem do nome da bebida

A bebida foi batizada com derivação do vocábulo inglês gin, relacionado à genebra, que possui simplificação geneva. Esta simplificação derivou a palavra genever, que é o nome holandês da erva-base do gin, conhecida no Brasil como zimbro.

fatos sobre gin que ninguém nunca te contou

7 fatos sobre gin que ninguém nunca te contou: Zimbro, a erva-base do gin

“Coragem holandesa” na Guerra dos 30 anos

Durante a guerra dos 30 anos, o remédio produzido por la Boie tornou-se muito popular entre os soldados, ficando popularmente conhecida como “coragem holandesa”, pois era consumida pelos soldados antes das batalhas para afastar o frio rigoroso do inverno europeu.

fatos sobre gin que ninguém nunca te contou

7 fatos sobre gin que ninguém nunca te contou: todo mundo muito doido de gin na Guerra dos 30 anos

Gin à vista: o sucesso da bebida na Inglaterra

Inúmeros bebedores associam a origem do gin à terra do chá, porém os ingleses não foram, como já sabemos, os inventores do gin — porém são sim responsáveis por terem tornado a bebida um clássico e fenômeno de popularidade que perdura até os dias atuais: ao fim da guerra dos 30 anos, os soldados ingleses que voltaram com vida para casa traziam também o destilado holandês, popularizando-o na terra da rainha.

7 fatos sobre gin que ninguém nunca te contou

7 fatos sobre gin que ninguém nunca te contou: “Beco do Gin”, de William Hogarth (1751)

O gin já foi mais barato que cerveja

Com o desenvolvimento do método de destilação de alambique contínuo desenvolvido por Aeneas Coffey e Robert Stein, o gin passou a ser produzido em larga escala na Inglaterra e tornou-se, por um longo período, mais barato que a cerveja.

Parece uma ótima ideia, mas a história mostra que não é bem assim

Por volta de 1730, a Inglaterra contava com mais de 7 mil pontos de venda de gin. Por ser um destilado com teor alcóolico que variava entre 80% e 90% de baixíssimo custo, o país enfrentou uma epidemia de alcoolismo afetando principalmente a classe de pessoas mais pobres. Esse capítulo sombrio da história do gin conferiu, por muito tempo, um injusto preconceito contra a bebida. Apesar de já ter tido essa má fama, o gin apresenta graduação alcoólica semelhante à outros destilados populares como vodka, tequila e pisco.

A bebida favorita da Rainha Elizabeth

A monarca já admitiu que não é uma grande fã de vinho, preferindo uma taça de champagne — mas que a bebida alcóolica que têm seu coração é o bom e velho gin. Vai ver é esse o segredo da longevidade, né?!

 

fatos sobre gin